Comercializadora de energia: tudo o que você precisa saber

Representante fundamental dentro do processo de negociação no ambiente livre, a comercializadora de energia oferece aos seus clientes muito mais do que energia. As comercializadoras permitem o vislumbre de um cenário fértil capaz de transformar empresas, cidades e países. Entenda melhor como elas trabalham e por que são tão importantes no cenário corporativo.

Comercialização de energia no Brasil

Como vimos no texto anterior, as relações comerciais no atual modelo do setor elétrico brasileiro se estabelecem no Ambiente de Contratação Regulada (ACR) e no Ambiente de Contratação Livre (ACL). Contudo, antes de qualquer negociação, para que uma empresa possa trabalhar com energia elétrica no Brasil, ela precisa, obrigatoriamente, se tornar agente da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Os agentes são divididos em Comercializadores, Geradores, Consumidores e Distribuidores.

A Focus, por exemplo, através de suas soluções e infraestrutura, se enquadra dentro de duas categorias: Gerador e Comercializador. Hoje, especificamente, abordaremos um tema que envolve a Focus Comercializadora — setor responsável pelas operações de curto, médio e longo prazo de compra e venda de energia no mercado livre.

Fazem parte da categoria de Comercialização os agentes importadores, exportadores e comercializadores de energia elétrica.

As empresas comercializadoras compram energia por meio de contratos bilaterais no ambiente livre e podem revender essa energia aos consumidores livres ou a outros comercializadores. Elas também podem revender aos distribuidores. Nesse caso, apenas nos leilões do ambiente regulado.

Comercialização de energia no ACL

Vimos então que no Ambiente de Contratação Livre as comercializações são bilaterais e relativamente simples. Chegando-se a um acordo benéfico para ambas as partes, o contrato é selado e o serviço prestado. As operações podem ser divididas em curto, médio e longo prazo; e as estruturações de produtos são a preço fixo, swap, hedges, entre outros.

O Mercado de Curto Prazo

O Mercado de Curto Prazo (MCP), ou mercado spot refere-se à liquidação das diferenças de balanço energético mensal entre os agentes.

Por exemplo, caso uma empresa compre mais energia do que utiliza em um determinado mês, essa sobra será liquidada ao chamado PLD (Preço de Liquidação de Diferenças). Contudo, essa liquidação é facultativa (opcional) ao consumidor, visto que existe a possibilidade de venda desse excedente de energia para um agente comercializador.

Com esse cenário, temos um mercado altamente importante para o consumidor; pois, se determinada empresa está com sobra de energia, ela pode vender por bons valores para comercializadoras em vez de somente liquidar aquela energia.

Além disso, o MCP elimina o risco de inadimplência por parte dos consumidores, visto que o consumidor não liquida a energia na CCEE (participando assim do risco de inadimplência do mercado), mas vende a outro agente através de um contrato bilateral.

Comercialização de energia no ACR

A comercialização de energia no Ambiente de Contratação Regulada (ACR) acontece através de leilões de energia elétrica realizados pela CCEE, por delegação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Os leilões são um dos principais mecanismos de comercialização do país.

Nos leilões, os compradores e vendedores de energia participantes formalizam suas relações comerciais por meio de contratos registrados no âmbito do Ambiente de Contratação Regulada. Os contratos desse ambiente têm regulação específica para aspectos como preço da energia, bem como para submercado de registro do contrato e vigência de suprimento, os quais não são passíveis de alterações bilaterais por parte dos agentes. Existem sete tipos de contratos diferentes, que englobam desde programas de incentivos governamentais até energias geradas em grandes usinas nacionais.

Dois homens utilizando capacetes de segurança se cumprimentam com um aperto de mãos. Ao fundo, uma rede de energia elétrica.
Empresa comercializadora de energia tem papel fundamental no mercado livre nacional.

Por que as comercializadoras de energia são importantes?

Observamos que os agentes comercializadores são parte fundamental para o funcionamento do mercado livre de energia. Mas por quê?

Com o aumento do número de migrações do mercado cativo (ACR) para o mercado livre, a presença de um ente intermediário nas negociações entre geradores e consumidores é vital.

Os agentes assumem não só o papel de negociadores, como também de inteligência nesse processo, orientando quais as melhores estratégias para a compra de energia por parte dos consumidores (clientes), tanto para curto quanto para longo prazo. De fato, é mais do que um simples fornecimento de inteligência. É uma assessoria capaz de transformar o negócio em questão.

Para se ter uma ciência de tamanha importância e relevância, a CCEE divulgou uma matéria informando que, no final do ano de 2018, registrou um número recorde de pontos de medição em operação, totalizando mais de 20.000 pontos com coletas de dados — um aumento de 11% em relação ao ano de 2017.

Esses números demonstram o aumento expressivo de agentes consumidores no mercado livre de energia, que consequentemente necessitam de agentes comercializadores. Ou seja, quanto mais crescimento no mercado livre, maior a importância de uma comercializadora de energia.

Em um futuro não tão distante, as comercializadoras de energia farão parte de um grupo de serviços básicos essenciais (tal como hospitais e escolas, por exemplo).

A Focus como comercializadora de energia

Sabemos como ninguém sobre a importância do agente comercializador dentro da cadeia do mercado de energia elétrica no Brasil. Uma vez que estamos entre as melhores e maiores empresas de energia do país, nosso foco é valorizar a energia como fonte de investimentos e geradora de ampliação do desenvolvimento, respeitando o planeta e valorizando a natureza.

Por isso, trabalhamos diariamente para levarmos muito mais do que orientações e assessorias a nossos clientes. Nosso propósito é ter a energia como ciclo de inovação e sustentabilidade, promovendo-a com inteligência e como fonte fomentadora de negócios. Acima de tudo, comercializar energia é comercializar recursos, fonte de investimentos e tecnologia.

Com uma infraestrutura altamente diferenciada e uma equipe que possui mais de 15 anos de experiência no mercado de energia brasileiro, a Focus, por meio da Focus Comercializadora, elabora operações de compra e venda de energia através de contratos a preço fixo, PLD + ágio entre outras operações estruturadas.

Também oferecemos produtos de arbitragem entre submercados, fontes de energia, biomassa versus energia e outras commodities. Além disso, possuímos um relacionamento permanente com os principais players do mercado. Buscamos sempre informações instantâneas para novos produtos, visando atender as necessidades de nossos clientes.

Focus, energia para a vida.

COMPARTILHAR

CATEGORIA

ARQUIVOS

ARQUIVO
focus_energia_logo
powe

Av. Magalhães de Castro 4800 Continental Tower – 9ºandar | Cidade Jardim São Paulo | CEP: 05676-120 | Telefone: + 55 11 3136-0011

© Focus Energia 2021. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Agência Digital em Campinas

© Focus Energia 2017. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Agência Digital em Campinas

Open chat
Fale com nossa área comercial